Skip to main content
Como funcionam os aparelhos auditivos digitais?
Os aparelhos auditivos digitais transformam as ondas sonoras que atingem o microfone em código binário digital (0's e 1's).
 

Uma vez no domínio digital, a informação pode ser manipulada de muitas maneiras sofisticadas pelo chip de processamento de sinal dentro do aparelho auditivo. Redução de ruído, controle anti-feedback, comutação automática para diferentes programas de audição e transmissão de som digital são apenas alguns dos recursos que podem ser fornecidos em aparelhos auditivos pequenos e quase invisíveis devido à tecnologia digital. Uma vez que o processamento do sinal é concluído, o sinal digital é retornado para um sinal analógico que é enviado ao alto-falante do aparelho auditivo e ouvido pelo usuário.

 Um pouco a fundo sobre aparelhos auditivos digitais

Assim como os avanços tecnológicos em computadores e telefones celulares, os aparelhos auditivos não estão imunes às mudanças tecnológicas em constante evolução. Antes de 1987, os aparelhos auditivos apresentavam tecnologia analógica. Na época da década de 1990, a maioria dos fabricantes de aparelhos auditivos oferecia aparelhos auditivos digitais. Atualmente, a tecnologia de audição analógica é quase obsoleta.

A tecnologia digital trouxe muito avanço para os aparelhos auditivos. Por exemplo, os aparelhos auditivos digitais de hoje oferecem mais do que apenas um programa de audição. Os diferentes programas podem ajudar em uma variedade de situações auditivas, como ouvir quando há ruído de fundo, ouvir música e ouvir ao telefone. Ainda mais impressionante, os aparelhos auditivos digitais podem mudar automaticamente entre os programas à medida que o usuário se move de uma situação de audição para outra.